quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Receita milagrosa!

Nos dias de hoje somos submergidos por receitas milagrosas. Aparecem nas revistas (desde a Maria à Men's Health), na televisão, na Internet, em cartazes de publicidade etc. Entre algumas dietas que encontrei na minha pesquisa pelos meios de comunicação, três chamaram a minha atenção por serem surreais (no mau sentido da palavra):

1) Dieta do garfo: 
não se pode consumir alimentos que se comem directamente com os dedos ou que necessitam o uso de uma faca ou qualquer outro talher que não seja o garfo.

2) Dieta das proteinas:
consiste basicamente em consumir batidos e reduzir nas refeições.

3) Dieta da sopa ou da fruta:
comer exclusivamente sopa ou fruta durante um tempo estabelecido.

As dietas acima referidas, bem como qualquer outra dieta milagrosa, pretendem fazer emagrecer em tempo recorde, sem qualquer esforço por parte do consumidor. Algumas dessas receitas podem até ser receitadas por nutricionistas (que muitas vezes acompanham com outros produtos ditos naturais e excelentes para a perda de peso). É verdade que o choque inicial desta restrição alimentar faz com que se perca uns quilitos em tempo recorde. Mas ninguém aguenta uma vida de privações. Na maioria das vezes, o desejo pela "comida proibida" vai aumentando no decorrer das semanas, até a tentação ser demasiado forte para ser controlada. A pessoa volta, na melhor das hipóteses, ao peso inicial.

Se tais dietas existissem a taxa de obesidade não excederia os  25% nos EUA, o berço das dietas milagrosas.


Sem comentários:

Enviar um comentário